Páginas

15 de fev de 2011

25 de Novembro - Dia Mundial Sem Carne

(Clique na imagem para ampliar)

Neste dia, ao invés de comer carne, alimente um animal, pense na vida que você quer para você e o mundo, pense no futuro dos seus filhos: que planeta vamos lhes deixar?

O Dia Mundial sem Carne, Meatless Day, é uma campanha mundial lançada para envolver tanta gente quanto possível, num compromisso de se abster de toda a comida oriunda de violência (carnes bovinas, de aves, peixes, etc), somente por este dia.

Essa campanha foi criada pela Missão Sadhu Vaswani, um santo da Índia moderna cuja filosofia de vida inclui compaixão por todas as criaturas. Sadhu Vaswani foi um Profeta da Reverência à vida, a voz dos sem voz. A campanha do Meatless Day é um alerta sobre a destruição provocada pela inconsciência do homem que queima as matas sem a menor compaixão pelas espécies que vivem nas florestas.

Um alerta para o homem que ainda guarda o espírito predador, que retira de seu habitat os animais, deformando sua constituição genética para o próprio prazer e uso; o homem que fere mortalmente a terra da qual obtém a vida, o homem, único animal realmente nocivo, que mutila, fere e mata, sob tormentos cruéis, animais sem defesa.

Um alerta para que este ser chamado homem, detentor único da racionalidade, corrija suas atitudes, resgate o respeito pelos seus semelhantes e viva em harmonia e reverência com o milagre diário da Natureza.

Neste dia, alimente um animal, ao invés de se alimentar dele.

Fonte: Jornal de Yoga - boletim informativo da Casa de Yoga

"Enquanto estivermos matando e torturando animais, vamos continuar a torturar e a matar seres humanos - vamos ter guerra. Matar precisa ser ensaiado e aprendido em pequena escala." - Edgar Kupfer-Koberwitz

"Enquanto prendermos animais em gaiolas, teremos prisões, porque prender precisa ser aprendido em pequena escala." - Edgar Kupfer-Koberwitz

"Enquanto escravizarmos os animais, teremos escravos humanos, porque escravizar precisa ser aprendido em pequena escala." - Edgar Kupfer-Koberwitz

Fonte: Hábitos e Habitat
(Extraído do blog Autonomia e Autogestão).

Nenhum comentário:

Postar um comentário